Imprimir textura de pincelada com tinta UV brilhante

Tinta brilhante: Uma forma versátil de desenvolver o seu negócio

A impressão UV-LED tornou-se bastante popular na última década, graças à sua cura instantânea e a baixa temperatura, bem como à sua capacidade de imprimir designs de elevada durabilidade em praticamente qualquer substrato.

Um dos outros benefícios da impressão UV é a adição de tinta brilhante ou transparente. Após a impressão e cura, esta tinta especial assume uma aparência 3D rígida. Esta funcionalidade simples desbloqueia uma série de efeitos e capacidades que podem melhorar os produtos impressos e, em última instância, gerar maior rentabilidade.

Vejamos algumas das coisas que pode fazer com a tinta UV brilhante.

Na imagem: Tinta brilhante transparente usada para criar gotas de água realistas.

1. Destaques

Uma das utilizações mais simples das tintas brilhantes é para destacar áreas importantes do design com um brilho atrativo. É particularmente útil se quiser chamar a atenção para texto contendo uma mensagem promocional importante. Também pode ser utilizado de forma muito eficaz para destacar líquidos como gotas de água, proporcionando um efeito realista.


Imagem: texto em relevo simulado com tinta UV brilhante ou um modelo de embalagem.

2. Impressão em relevo simulada

Ao nível da produção em massa, os efeitos de relevo requerem um molde ou selo personalizado. Quando se trata de tiragens mais pequenas ou de modelos de embalagem, é proibitivamente dispendioso recriar este efeito utilizando o mesmo método. Este é, em parte, um dos motivos pelos quais a impressão UV se tornou tão popular no campo dos protótipos de embalagem e do design, ao permitir produzir um efeito de relevo credível de forma rápida e com um custo reduzido.


Na imagem: Textura a imitar a madeira gerada com tinta UV brilhante numa prova tátil.

3. Texturas 3D

É igualmente possível acumular camadas de tinta brilhante para gerar texturas realistas para uma variedade de produtos. Por exemplo, pode imprimir uma textura de pele de animal para artigos de luxo ou uma textura a imitar a madeira para provas táteis usadas na decoração de interiores. Até pode usar para produzir uma pintura a óleo atrativa complementada com pinceladas texturadas.


Na imagem: Detalhes finos gerados com folha e recurso a tinta UV brilhante.

4. Metalização

Tal como a impressão em relevo, os efeitos de metalização requerem ferramentas adicionais dispendiosas a um nível industrial. Mais uma vez, a tinta UV brilhante consegue reproduzir um efeito semelhante a um custo muito inferior e com um fluxo de trabalho mais flexível. Com este processo, a tinta brilhante é apenas parcialmente curada, fornecendo uma superfície adesiva onde a folha é depois laminada. Depois de terminado, é possível criar detalhes extremamente finos utilizando uma folha metálica ou materiais semelhantes, como purpurinas.


Na imagem: Texto Braille adicionado a sinaléticas com tinta UV brilhante.

5. Braille

O Braille possui provavelmente o maior potencial de rentabilidade, em especial para empresas especializadas em sinalética. Os métodos tradicionais são dispendiosos e normalmente obrigam a subcontratar terceiros para esta fase, o que aumenta o prazo de entrega. Com a tinta brilhante, é relativamente fácil criar uma camada de brilho adicional nos trabalhos que contêm dados Braille.


PREPARE O SEU NEGÓCIO PARA O FUTURO

Faça download do nosso guia para preparar a sua empresa para as novas tendências.

FAZER JÁ O DOWNLOAD


Como funciona: Criar uma pintura a óleo realista

Então, qual é o aspeto de um projeto brilhante em termos práticos? Desde que possua um RIP intuitivo e plenamente funcional, apenas necessita de um software de design como o Adobe Illustrator. Vamos analisar a produção de uma textura de pincelada numa pintura a óleo, mas o processo é muito semelhante para todas as aplicações de tinta brilhante.

Na imagem: Pintura a óleo impressa diretamente na tela com textura de pincelada.

Criação da camada brilhante

Esta é a parte mais complicada do projeto e, na realidade, é bastante simples. Para a maioria dos RIPs, apenas precisa de atribuir uma cor direta para designar onde colocar a tinta brilhante. Se estiver a usar o Adobe Illustrator, por exemplo, basta garantir que as formas brilhantes são preenchidas com a cor direta necessária.

Como é definida a espessura do brilho

De um modo geral, a espessura da secção brilhante é definida pela opacidade da cor. Se quiser criar uma cúpula suave, terá de criar um gradiente radial com a opacidade da cor a diminuir à medida que se aproxima da extremidade da forma. Se não o fizer e atribuir a toda a forma uma opacidade a 100%, o efeito de brilho irá cair abruptamente na extremidade da forma.

Trabalhar com imagens Raster

De um modo geral, é mais fácil trabalhar com formas vetoriais quando se cria uma camada de brilho. No caso da nossa pintura a óleo, usámos uma imagem raster contendo um padrão de pincelada. É relativamente fácil fazer a conversão para dados de brilho quando se usa o Adobe Illustrator. Basta converter as cores da imagem para a escala de cinzentos e definir a cor de preenchimento para a cor direta brilhante. Mais uma vez, onde a imagem for mais escura, mais tinta brilhante será impressa. Se não for adequado para o efeito que pretende obter, pode inverter as cores.

Procura algo mais?

Se possuir um equipamento Roland DG, pode inscrever-se na plataforma de aprendizagem online da Roland DG Academy. Dispomos aqui de muita informação e de guias para a impressão com tinta UV, incluindo a criação de camadas de brilho, a produção de suportes para múltiplos itens e a impressão em formas invulgares ou substratos difíceis.